12Out
Vemos flores. Conheça alguns ritos fúnebres praticados ao redor do mundo!

Você conhece a origem dos ritos fúnebres mais praticados ao redor do mundo?

Ritos fúnebres são as práticas que costumam acontecer após a morte de um ente querido. Pode ser uma homenagem ao falecido ou apenas um hábito cultural. É normal fazê-los para demonstrar respeito à família, por exemplo. No entanto, algumas pessoas os praticam sem saber de onde vieram. E você, conhece as origens dos costumes fúnebres da sua sociedade? A seguir, nós vamos te contar 4 deles. Confira!

Entenda a origem dos ritos fúnebres mais comuns!

1- Velório

Velar o corpo de um falecido, ou seja, observá-lo e deixá-lo exposto por algumas horas é uma prática comum em muitas culturas. É um dos ritos fúnebres mais praticados ao redor do mundo. Esse ritual tem como propósito permitir que amigos e familiares possam se despedir do morto. Apesar de parecer algo comum, o velório tem uma história.

Esse ritual fúnebre se originou da Idade Média. Na época, as pessoas costumavam utilizar copos e outros utensílios domésticos feitos de estanho. A reação da junção do material e das bebidas causava desmaios e distúrbios do sono. Dessa maneira, para certificar-se de que a pessoa estaria morta e não sofrendo de algum desses sintomas, a família passava a noite acordada à luz de velas. Os entes observavam o corpo para verificar se haveria algum sinal de vida.

A palavra velório surgiu como um derivado de “vela”.

2- Enterro

A prática de sepultar o cadáver, por outro lado, é mais antiga. Esse está entre os ritos fúnebres que surgiram na pré-história. Na época, foi observado que se um corpo permanecesse na superfície da terra, ele iria atrair animais. Esses podiam ser predadores aos vivos. Para evitar o perigo, então, iniciou-se a prática de enterrar os mortos.

3- Coroa de flores

Outro entre os ritos fúnebres que possuem uma origem interessante é o de utilizar coroa de flores no funeral. Essa, porém, possui duas explicações. A primeira surgiu como prática de famílias antigas. As pessoas tinham o costume de entregar flores à família do falecido no funeral, que acontecia em casa.

A segunda origem é na Grécia e Roma Antiga. O povo da época tinha o costume de presentear vencedores de batalhas com guirlandas de flores. Depois de um tempo, começaram a colocar essas coroas no caixão de guerreiros mortos. Era uma forma de homenagem.

4- Usar preto

O costume de usar a cor preta nas roupas no dia do funeral também possui uma origem. Bem como ocorreu com o velório, a prática de usar essa coloração escura surgiu na Idade Média. Mais especificamente, esse rito originou-se no período gótico, também chamado de “mil anos de escuridão”. Essa nomenclatura foi dada por conta das dores de mortes e torturas na época da Inquisição. O povo da época começou a usar o preto, então, como forma de demonstrar a tristeza e a falta de luz.

Em outras culturas, porém, existem variações dos ritos fúnebres. Ao redor do mundo, é comum utilizar colorações diferentes no dia do funeral. Na China, por exemplo, a população costuma usar o branco, cor que expressa sentimento de perda. Em países como Índia e Japão há a mesma tradição.

Conte conosco quando for necessário!

Gostou deste artigo? Saiba que se você sofreu uma perda, a Central Santa Casa pode te ajudar e apoiar. Somos uma empresa de assistência funeral do RJ. Oferecemos auxílio com as burocracias, ornamentação e traslado. Possuímos contato com todos os cemitérios do Rio de Janeiro.

Precisa dos nossos serviços? Entre em contato conosco! Garantimos atendimento 24 horas por dia!

Quer ver mais conteúdos como este? Em nosso blog você encontra. Confira algumas sugestões:

Posts RecentesTags