02Ago
Caixão branco representando como funciona traslado de corpo

Você sabe como funciona traslado de corpo? Descubra!

Você é daquelas pessoas que gostam de se precaver, ainda mais quando o assunto é morte? Então, este artigo é para você! A Central Santa Casa separou as principais informações para você entender como funciona traslado de corpo. Este serviço é muito solicitado pelas famílias do falecido, principalmente quando o óbito ocorre longe do local de sepultamento ou cremação. Leia este artigo até o final e fique por dentro de todos os detalhes sobre este assunto!

Afinal, como funciona traslado de corpo?

A primeira coisa que você deve saber sobre como funciona traslado de corpo é a definição do serviço. Ele consiste na retirada de uma pessoa falecida de um lugar para outro. Ou seja, trata-se do transporte fúnebre, que se inicia no local do falecimento e termina na residência ou no local do sepultamento.

Além disso, o traslado de corpo é indicado para diversas situações. Por exemplo: mudança de cemitério, troca de jazigos e remoção do falecido do local do óbito.

Conheça os tipos de traslado funerário

Para entender como funciona traslado de corpo, você deve ter em mente que existem diferentes tipos de serviço. Cada um é indicado para uma necessidade específica relacionada à distância entre os pontos de partida e de chegada.

Geralmente, o serviço é realizado em dois modais de transporte: rodoviário e aéreo. Sendo assim, o traslado funerário pode ser solicitado em três diferentes modalidades: intermunicipal, interestadual ou internacional. Saiba mais sobre elas, a seguir.

1 – Intermunicipal

O traslado intermunicipal ocorre quando o corpo é transportado de uma cidade para outra. Em geral, para solicitar o serviço, é preciso reunir os seguintes documentos:

  • requerimento de transferência;
  • cópia autenticada da identidade do requerente, do dono do jazigo onde o corpo está sepultado e do proprietário do jazigo que vai receber o corpo;
  • cópia autenticada da certidão de óbito;
  • alvará judicial;
  • autorização expedida pela Vigilância em Saúde Ambiental.

2 – Interestadual

O traslado interestadual ocorre quando o corpo é transportado de um estado para outro. Os documentos necessários para este tipo de transporte são os mesmos exemplificados no tópico acima.

3 – Internacional

O traslado internacional ocorre quando o corpo é transportado de um país para outro. Neste caso, os trâmites burocráticos são mais intensos, já que envolvem as autoridades e consulados de outras nações. Eles são responsáveis pela liberação do corpo, mas não custeiam o serviço.

Caso a família não possa arcar com as despesas do traslado, o sepultamento ocorrerá no país estrangeiro. Para que o serviço ocorra, é necessário:

  • registro no consulado;
  • certidão de óbito;
  • laudo médico de embalsamamento;
  • autorização de remoção do corpo.

A Central Santa Casa pode ajudar você!

Agora que você sabe como funciona traslado de corpo, conte com quem entende do assunto! A Central Santa Casa oferece assistência funeral rj para todos aqueles que precisam lidar com emergências funerárias!

Nosso serviço completo inclui a remoção do corpo em carro fúnebre padrão ou em cortejo do velório ao local do sepultamento. Você pode contar conosco ainda para resolver toda a documentação referente à liberação do corpo, sepultamento, cremação e outros processos.

Precisa de uma transferência de corpo ou de uma funerária no Rio de Janeiro? Entre em contato conosco através do nosso site! Ou, se preferir, ligue para a nossa central de atendimento 24 horas pelo número (21) 4141-3911. Estamos esperando por você!

Acompanhe o blog da Central Santa Casa e fique por dentro de todas as novidades! Lá, já falamos sobre vantagens do jazigo de uso futuro , diferença entre cemitério público e privado, significado da morte para diferentes crenças e muito mais. Confira!

Links úteis: funerária no rio de janeiro; assistência funeral rj

Posts Recentes Tags