02Maio
fases do luto

Quais são as fases do luto e como lidar?

Lidar com as fases do luto é uma das mais complicadas situações para quem perdeu um ente querido, independentemente da idade. Afinal, a relação com a morte e despedida reflete de forma diferente em cada pessoa. Entretanto, profissionais psicólogos conseguiram, ao longo dos anos e sob muita análise, definir quais são essas fases do luto. No mínimo, as principais delas. Entender como é o processo pode ajudá-lo a reconhecer e respeitar o seu momento. Continue a leitura!

Por que deve-se entender e respeitar o luto?

A partida de um ente querido pode ocasionar diversas reações, das mais complicadas – tornando-se patológica – até às mais controláveis. Independentemente disso, todos acabam passando pelas fases do luto em diferentes graus. Você conhece todas? Ter esse conhecimento pode ser essencial na hora do autocuidado. Entender e respeitar seu processo de luto é ideal para superá-lo definitivamente.

Quais são as principais fases do luto?

Você começa a negar

Uma das fases do luto é a negação. A primeira onda de questionamento e sofrimento traz à pessoa profundo desentendimento da situação, que ocasiona a negação. “Não pode ser verdade!”, “isso não aconteceu!” e algumas outras frases são comuns. Em piores graus, a negação isola e adoece a pessoa.

Vai se sentir culpado

Dúvida, raiva, remorso, arrependimento, culpa, e sentimentos próximos são característico da segunda entre todas as fases do luto. Geralmente, a partida não é aceita ou alguma questão não resolvida com o falecido vem à tona, isso tudo gera raiva e culpa. Em outras situações, a pessoa direciona a culpa à outra pessoa ou até mesmo a Deus.

Tentará algumas negociações

Depois das primeiras fases do luto, negação e culpa, vem a tentativa de negociar certas atitudes que possam diminuir a dor e isolamento. Geralmente, faz-se promessas para mudar a forma como tratas as pessoas, hábitos alimentares, ter mais empatia, e outras tentativas de curar essa dor. Negociar, aqui, se encaixa como um pacto, sacrifício ou penitência acordada consigo mesmo ou com Deus.

Possível depressão

Mas nem sempre o luto segue da negociação para a aceitação. Depressão é uma doença infelizmente comum em pessoas que estão passando pelas fases do luto. Até porque todos os sentimentos citados anteriormente, como remorso, culpa, saudade, remorso e raiva podem ocasioná-la. Quanto mais a pessoa busca por dias melhores e estabilidade emocional, se não houver cuidado e acompanhamento psicológico, ela pode se afundar em depressão.

Por fim, aceitação

Mas as fases do luto tendem a passar mediante esforço, equilíbrio e, como dito anteriormente, acompanhamento psicológico. A aceitação encerra esse momento de dor e saudade, e vira a página para que a pessoa siga com seus projetos, eventos e sonhos sem se sentir culpado por isso. A lembrança deve sempre existir, bem como a prática do legado deixado pela pessoa, mas culpa, raiva, negação e remorso são sentimentos ruins que devem ser extinguidos.

Como superar a morte de um ente querido?

Durante o luto, é possível desenvolver crises de ansiedade, raiva, desânimo, estresse, melancolia e outros. Para superar esse momento difícil, a melhor maneira é lutar por uma inteligência emocional. E esse auxílio é possível com profissionais psicólogos e psiquiátricos juntos. Desde já, é importante que haja desvencilhamento do sentimento de culpa e de que, de fato, a vida continua.

Serviços funerários: a quem recorrer?

A Central Santa Casa oferece assistência funerária ideal e acessível. Inclusive, alinhar-se a uma empresa que cuide dos serviços funerários do ente querido é uma maneira de diminuir uma das fases do luto: a culpa! Assim, você sabe que se dedicou até o final para dar dignidade à pessoa!

Entre em contato conosco e conheça nosso atendimento funerário. Estamos prontos para lhe atender! Visite nosso blog para mais artigos exclusivos.

How can castomers tell if an internet pharmacy is operating legally

Posts Recentes Tags